Câncer de pele é o tumor maligno mais comum.


Os carcinomas (basocelular e espinocelular) são os mais frequentes (correspondem a 85% dos casos) mas por outro lado os menos perigosos.
Melanoma é mais raro, porém tem potencial agressivo podendo ser letal. 


São fatores de risco: exposição solar prévia, histórico familiar de câncer de pele, tipo de pele mais claro com olho claro.
A observação individual de mudanças no padrão das pintas (crescimento rápido e desorganizado, sangramento espontâneo) e o exame dermatológico regular das pintas (com auxilio de dermatoscópio) são medidas preventivas importantes para um diagnóstico precoce.


Normalmente a remoção cirúrgica é o tratamento, mas podem ser realizadas modalidades não cirúrgicas em alguns casos (imunomodulador tópico, terapia fotodinâmica).

​​​​​​​

Câncer de pele

My Image
My Image